Twitter Facebook Rss

Plataforma online promove relação entre Ongs e voluntários

Postado by on janeiro 4, 2016 in Notícias, Slides | 0 comentários

Plataforma online promove relação entre Ongs e voluntários

O movimento Transforma Petrópolis, que começou a funcionar em dezembro do no passado em Petrópolis, visa facilitar a relação entre instituições que precisam de apoio e voluntários que desejam se integrar com o trabalho social, dando maior visibilidade e força às organizações, com recursos humanos qualificados.

Para a articuladora do Transforma Petrópolis, Luciane Bomtempo, o projeto é um marco para o voluntariado na cidade. “Em conversas com os voluntários e com as instituições, vimos que o projeto preenche um vazio. Faltava organizar uma plataforma para unir a solidariedade que já existe na cidade, ampliando este sentimento que é muito presente”, destacou, reforçando que o projeto não é um movimento feito pelo governo municipal, mas por toda a sociedade.

Na cerimônia, o prefeito Rubens Bomtempo destacou que o Transforma Petrópolis deve ser o início de um novo pensamento da sociedade e das forças políticas, menos burocrata e mais humanizado. “Por muitos anos, as pessoas perderam o sentido do que é público e do que é privado. Quando se constrói uma escola ou um hospital, não deve se pensar única e exclusivamente nos números, mas em cada pessoa que vai ser atendida. Temos que ter um sentido mais amplo, e voltar a fazer as coisas de forma simples, para atender à população”, disse.

O prefeito de Recife (PE), Geraldo Julio, fez questão de prestigiar a cerimônia de lançamento da plataforma na cidade. O projeto de cruzamento de dados entre entidades e voluntários da capital nordestina serviu de inspiração para Petrópolis. “Ficamos muito felizes com a decisão de Petrópolis, uma cidade importante do Rio de Janeiro, de fazer um projeto nos mesmos moldes do que implantamos. Temos conseguido resultados muito satisfatórios, facilitando a ajuda para as pessoas que precisam. Tenho a certeza de que, em Petrópolis, o projeto também será um sucesso”, afirmou.

Durante dois meses, a Prefeitura de Petrópolis, indutora do projeto, mobilizou diversos segmentos da sociedade petropolitana, realizando reuniões setoriais para apresentar a ideia e colher contribuições. O movimento nasce como proposta de uma rede construída por toda a cidade, começando, desde a sua concepção, a tecer laços de solidariedade entre os mais diversos setores de Petrópolis.

Para a largada do Transforma Petrópolis, toda a comunicação, que envolveu a construção do site, a criação da logomarca, criação de vídeos, sistema de som, cobertura do evento, divulgação nas redes sociais, assessoria de imprensa e material impresso, foi feita voluntariamente pelas empresas Di-vida, NovaStudio, Hugo Theobald, Allen Motion, Arteg, Trivento, Turbosom e 3COM Comunicação Empresarial.

O projeto tem sua plataforma digital através de um site na internet. Lá, o voluntário vai montar seu perfil, com seus interesses, habilidades, áreas de atuação, localização e disponibilidade, que serão cruzados com vagas publicadas pelas organizações, de acordo com as necessidades específicas de cada instituição ou projeto. O www.transformapetropolis.com.br já está aberto para o pré-cadastro de voluntários e também de organizações e projetos sociais, formando um banco de cadastro inicial para o lançamento da plataforma, que está prevista para fevereiro de 2016.

Até lá, as organizações e projetos sociais já inscritos serão visitados pela equipe do Transforma Petrópolis, formada também por voluntários, para que se assegure que elas não só existem como realizam o trabalho que se propõem. Após validadas, elas farão parte da plataforma e receberão orientações específicas para usar as ferramentas e publicar vagas. No decorrer do projeto, periodicamente, participarão também de outras oportunidades de capacitação para o fortalecimento institucional e para maior cooperação entre as organizações do Terceiro Setor.

Deixe um Comentário