Twitter Facebook Rss

O Projeto

A Associação Recicla Tecido tem como objetivo capacitar mulheres em risco social por meio da costura de mão e de máquina, assim como, incentivar que confecções e indústrias de tecidos doem retalhos para que as alunas aprendam a costurar. Desta forma, consegue atuar promovendo o empoderamento por meio da geração de renda do desenvolvimento sustentável. Em quase 6 anos,  o Projeto Recicla Tecido conta com o apoio da Prefeitura de Petrópolis(RJ) e o resultado tem sido o melhor possível, se solidificando com excelência. Em 5 anos mais de mil mulheres foram capacitadas na profissão de costura e reciclamos mais de 2 toneladas de retalhos.

Atualmente, o Projeto Recicla Tecido, que tem cunho social e ambiental, está atuando no CRAS de Itapema/SC, trabalhando com o reaproveitamento de tecidos, doados por indústrias têxteis e confecções promovendo a capacitação de mulheres em vulnerabilidade social. Este processo se dá por meio de oficinas semanais de artesanato têxtil, atendendo mulheres em risco social,  que atravessam algum conflito familiar e também aquelas que desejam retornar ao mercado de trabalho.

O projeto também contempla aquelas que já passaram por algum tipo de violência doméstica e precisam resgatar sua autoestima. Para a administradora e autora da Ong, Cláudia Martins, o projeto reconhece o potencial dessas alunas que não tiveram boas oportunidades durante suas vidas, contribuindo para o empoderamento, oferecendo muito mais que um curso de costura básica, mas promovendo e incentivando a mão de obra especializada e, consequentemente, uma possibilidade de conseguirem uma renda extra.

O resultado desse trabalho é fomentar a educação ambiental, promover a sustentabilidade, e dar capacitação profissional. Além de falar sobre a importância da coleta seletiva do lixo, do cuidado com o meio ambiente, da promoção da cidadania compartilhada, levando o conhecimento desses temas a sociedade como um todo.

A iniciativa vai ainda de encontro ao programa Cidades Sustentáveis e tem como premissa básica a sensibilização e mobilização das cidades brasileiras para que se desenvolvam de forma econômica, social e ambientalmente sustentável.

Cláudia Martins
Presidente